quinta-feira, março 01, 2007

"Miss Daisy", hoje e amanhã, com a "nossa" Eunice


Passada em meados do século XX, de 1948 a 1973, em Atlanta, no sul dos Estados Unidos, “Miss Daisy” conta a história de uma senhora judia, Daisy Werthan, e do seu motorista, Hoke Coleburn. De início, Miss Daisy não fica muito contente por se ver forçada a depender de um homem negro, contratado pelo seu filho, Boolie Werthan. Mas Hoke conquista-a, pacientemente, com a sua dignidade e sentido de humor, e durante os vinte e cinco anos em que decorre a acção geram-se laços profundos de amizade e de compreensão. Pontuando a acção, temos as lutas pelos direitos civis nos Estados Unidos, com referências a Martin Luther King, por exemplo. As personagens tentam perceber e adaptar-se, em termos pessoais e sociais, a um mundo que está a mudar. “Miss Daisy” é uma análise subtil das tensões raciais e dos preconceitos. Miss Daisy e Hoke chegam a um mútuo respeito baseado na independência, na força de carácter e numa teimosa integridade, que, para lá do seu contexto histórico e cultural, têm um valor universal. O autor nasceu em Atlanta, em 1936, licenciou-se em Literatura Inglesa, e foi para Nova Iorque, pretendendo ser escritor de musicais para a Broadway. Depois de algumas tentativas, “Driving Miss Daisy” foi a sua primeira peça não musical, mas que de imediato o celebrizou. Estreou em Nova Iorque, em 1987, onde esteve em cena três anos, a que se seguiu o importante prémio Pulitzer de 1988, e, na versão em filme, em 1989, quatro prémios Oscar, incluindo o “melhor filme” e “melhor adaptação”.
Teatro
MISS DAISY
1 e 2 Março, quinta e sexta, 21.30, SP
15 €/20 €

1 Comments:

Blogger maria joao said...

Grande espectáculo, grandes actores...GRANDE THEATRO CIRCO!!!

12:02 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home